Este é um blogue deslumbrado. Pelas cores, pelas texturas, pelas formas, pelos recortes, pelos pequenos tesouros. Tão deslumbrado que tem uma voz. Pode ser a voz das cores.

04/04/2017

verdes há muitos

 verde aveludado bem disposto, tentando dizer qualquer coisa

verde entristecido à sombra, mas tecido em filigrana 

verde ao sol e à sombra com as nervuras em cama de céu azul 

verde geométrico almofadado com recortes marrom e penugem de branco 

 verde após subtração de amarelo, em destroços de inverno e um bocado desfocado 
(mas compreende-se)

(fotografias colhidas ao arrancar de abril, numa serra beirã de Portugal)

19/02/2017

em fevereiro tem carnaval (e acácia mimosa, descobri)

antes

depois

ao lado

juntos 
(ouro - e prata - sobre azul)

imagens colhidas nesta data mais ou menos a meio de um Portugal ao sol, em terreno serrano e junto a muitas acácias mimosas.

15/02/2017

catálogo de pétalas dois mil e dezassete (é escolher)

as minhas pétalas são as mais belas, com o tratamento pontas rosadas!
(tanto que o céu me caiu no colo, ó)

versão mais duradoura, inspirada no pirata das caraíbas, mas em gomos. as minhas pétalas são gomos! carnudas! suculentas! 
(nutritivas, portanto)

pétalas ecológicas apanhadas a sair do chuveiro, ainda em modo despenteado.
(foi cedo demais, corta!)

pétalas rijas e boas, percebes?
(percebes?!...) tu percebes.
(é uma mão cheia)